UPGRADE QUASE SCOOTER

16 nov 2016, 01:57

  • O objetivo deste tópico está relacionado com as melhorias que se podem realizar a um veículo do tipo quase scooter (equiparado a um velocípede), a vários níveis: desempenho, equipamento, estética, segurança.

    Vou começar pelas BATERIAS.

    Antes: pack de baterias de chumbo ácido 60V 12Ah
    Melhoria: pack de baterias de lítio 66V 10Ah
    Este pack foi elaborado e entregue pelo Jorge Rocha, cuja disponibilidade merece o meu reconhecimento, assim como a confiança que me foi transmitida na "Tecnologia de iões de lítio".
    -
    1ª VIAGEM
    O upgrade foi realizado no dia 9 de novembro de 2016, e no dia seguinte realizei a primeira viagem de cerca de 20 Km.
    As diferenças face ao pack de chumbo anterior foram evidentes. Maior disponibilidade, maior velocidade máxima, melhores acelerações e recuperações, maior constância do desempenho à medida que foram sendo realizados mais quilómetros.
    O ponteiro indicador da autonomia, nos primeiros 15 Km, não mexeu (e fui sempre a fundo)! Anteriormente, com as baterias de chumbo, logo no arranque o ponteiro ficava muito perto de meio.
    Nas subidas mais acentuadas fiquei agradavelmente surpreendido.
    -
    Os dados foram obtidos via GPS
    Anexos
    Upgrade baterias litio quase scooter.jpg
    Upgrade baterias litio quase scooter.jpg (96.85 KiB) Visualizado 7598 vezes
    Imagem
    Inspired by electric mobility
    Avatar do Utilizador
    RAA
     
    Mensagens: 199
    Registado: 16 mai 2014, 01:17
    Localização: Matosinhos

17 nov 2016, 13:38

  • Esta quase scooter já passou pelas minhas mãos, é uma RS, e foi o meu primeiro veículo elétrico.
    -
    Anexos
    RS.jpg
    RS.jpg (148.09 KiB) Visualizado 7554 vezes
    Marcia Maia
     
    Mensagens: 9
    Registado: 17 out 2016, 21:51

23 nov 2016, 00:22

  • 2ª VIAGEM
    De facto, forma duas viagens, com ida e volta:
    6 Km + 6 Km
    6 Km + 5 Km
    As viagens foram em dias diferentes, com um total de cerca de 23 Km, tendo esgotado completamente as baterias. No final, ainda tive de dar ao pedal.

    3ª VIAGEM
    Esta viagem teve como objetivo principal verificar a autonomia máxima das baterias. O percurso teve subidas, uma delas bastante exigente. O punho do acelerador foi quase sempre no máximo. No final, percurso ida e volta, fiz um total de cerca de 26 Km.
    É curioso que em 20 Km o ponteiro indicador da autonomia não se mexe, mesmo nas subidas mais acentuadas. A partir dos 20 o ponteiro mexe ligeiramente e, nos quilómetros seguintes, começa a cair descer de forma acentuada.
    -
    Conclusão:
    Até aos 20 Km posso andar à vontade, mas, quando o ponteiro mexe, dá-me sinal de que tenho cerca de 5 Km de autonomia.
    (esta conclusão poderá não ser definitiva, pois teve como base apenas 2 viagens)
    -
    Importa referir que a autonomia máxima referida anteriormente, foi atingida num percurso não muito meigo e quase sempre com o acelerador a fundo. Acredito que com uma condução mais controlada, as baterias permitam uma autonomia máxima próxima dos 30 Km.
    Não o queria dizer, mas, dada a minha forma atual, a quase scooter levou com um peso superior aos 90 kg! :)
    -
    Anexos
    3viagemquasescooterdetalhe.jpg
    3viagemquasescooterdetalhe.jpg (48.49 KiB) Visualizado 7516 vezes
    3viagemquasescooter.jpg
    3viagemquasescooter.jpg (19.13 KiB) Visualizado 7518 vezes
    Imagem
    Inspired by electric mobility
    Avatar do Utilizador
    RAA
     
    Mensagens: 199
    Registado: 16 mai 2014, 01:17
    Localização: Matosinhos

26 nov 2016, 20:14

  • Fantástico este tópico.
    Descreves com muita precisão essas experiências, o que para mim me deixa triste... tenho proclamado a autonomia garantida de 40Km para uma descarga completa com esses 66V 10Ah de Lítio Ion, mas claro que os testes são feitos em terras planas e a velocidades de 25Km/h. Mesmo eu acelerando a fundo sempre consigo fazer mais de 30Km, mas não esquecer, nas terras planas e com os meus modestos 65Kg.

    Penso que essa solução possa a vir deixar muitos dos utilizadores de "quase scooters" rendidos à mobilidade eléctrica.
    Para quem conhece de perto as originais baterias de chumbo "GEL", com umas quantas restrições de seu uso e carregamentos, dependendo de cada fase de sua vida (formatação, pico, e declínio), quando agora as comparamos com estas de Lítio Ion, sem necessidade de qualquer tipo de engenho ou arte para as preservar mais um pouco, sem ter que andar sempre com elas ao "colo", sempre muito mais fiáveis e de maior durabilidade.
    Chegando à mesma conclusão que eu cheguei em 2011, depois de converter a minha primeira scooter eléctrica com baterias chumbo para novas baterias de lítio, nunca mais desejei outra forma de mobilidade.

    Esse pack, apesar de ser de pouca capacidade, tem uma disponibilidade superior a 120A, o que faz com que o seu indicador de carga não ande sempre aos saltos por cada vez que se acelera, mantendo-o muito estável. E andando com essas baixas correntes de carga e descarga, a sua durabilidade eleva-se de forma exponencial, podendo facilmente chegar a milhares de ciclos de vida.

    Força com a máquina!
    Avatar do Utilizador
    Jorge Rocha
     
    Mensagens: 410
    Registado: 18 mai 2014, 23:56

30 nov 2016, 14:00

  • Que tipo de células tem esse pack?
    Avatar do Utilizador
    rnlcarlov
     
    Mensagens: 143
    Registado: 27 mai 2014, 16:12
    Localização: Lisboa

09 dez 2016, 02:14

  • Células Samsung 18650 13L, das de alto poder de descarga, mais de 10C.
    Avatar do Utilizador
    Jorge Rocha
     
    Mensagens: 410
    Registado: 18 mai 2014, 23:56



Voltar para Projetos




Informação
  • Quem está ligado:
  • Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante
cron