Que eléctrica escolher???

08 out 2014, 15:39

  • Boas a todos,
    estou perante o cenário de passar a fazer cerca de 140 km todos os dias da semana (cerca de 30km em autoestrada) e então estou a equacionar a compra de um veiculo eléctrico para fazer esse trajecto. Estive à procura de negócios e encontrei o seguinte numa 1ª procura jonway-victoria e depois encontrei este fórum e "conheci" a VORTEX.

    Contactei o vendedor da 1ª mota apenas me disse que a mota estava boa e que fazia no máximo os kms que o fabricante anunciou. Não sei o estado em que estão as baterias mas é uma mota que faz poucos kms pelo que percebo do anuncio. Em relação a possíveis alterações já vi aqui casos (penso que seja o mesmo modelo SW Energy que o ogadiv tem) mas não sei bem os custos dessas possiveis alterações. Apesar de não saber como se encontram as baterias acham o preço caro? E os extras que traz alguém conhece alguma coisa?

    Em relação à Vortex falei com o Sr. Artur Freitas (que foi 5 estrelas) que forneceu muita informação sobre a mota e sobre possiveis custos e poupanças que iria ter. Infelizmente não dará para conhecer a Vortex este fim de semana como estaria a pensar mas estou a pensar qual será a melhor forma para o fazer pois a Vortex NWR - 9000 parece-me de toda a gama a que se enquadra melhor no meu "perfil".

    Ainda encontrei esta Vectrix - Odivelas apesar de a marca ser bastante reconhecida já faliu e pelo que li houve alguns problemas com elas. Em relação às baterias são Nimh mas aqui pelo que vejo a autonomia obrigaria-me a fazer uma paragem pelo caminho.

    Alguém utiliza a mota mesmo para andar à chuva? Existem alguns problemas no facto de ser eléctrica e andar à chuva?
    Desculpem-me pelas perguntas básicas mas sou como se costuma dizer muito tenrinho neste assunto.

    De referir que tenho muito pouca experiência em andar de mota nunca tive nenhuma e esta será a minha 1ª.

    Abraços a todos.
    nunoadriao
     
    Mensagens: 9
    Registado: 30 set 2014, 15:17
    Localização: Póvoa de Santa Iria


  • Boas!

    Não referiste muito acerca do teu percurso diário, apenas sabemos que são 140km, suponho que sejam 70km para cada lado (casa<->trabalho) que incluem 15km em AE em cada sentido. Não referiste a topografia, 140km nas planícies alentejanas não são bem a mesma coisa que 140km na região do Douro por exemplo. :D

    Mas posso adiantar que, para essa distância diária convém que consigas fazer pelo menos 1 carregamento. Não há muitas motas disponíveis com autonomia para fazer isso de uma assentada, e as que há são as mais caras, e tal como referi em cima depende do percurso em si - topografia, tipo de via (AE, EN, etc), e perfil de condução.

    De qualquer forma a Vectrix NIMH esquece, não é recomendável a quem tiver que fazer mais de 50km com uma carga. No teu caso terias de fazer pelo menos 2 carregamentos, e com 30km de AE, onde possivelmente não vais querer andar abaixo dos 80km/h, talvez tivesses que fazer 3 carregamentos.

    Podes considerar a Vectrix Li+, que já te dará uma autonomia segura na ordem dos 80km, mas lá está, terias de obrigatoriamente efectuar 1 carregamento a meio.

    As Vectrix já não têm as chatices que tiveram com as baterias. Na realidade o problema não era com as baterias em si, mas com o SW de gestão que as estoirava em 3 tempos. Estas questões com o SW já estão resolvidas, e até há quem forneça versão "custom" do mesmo que dizem melhora a gestão da bateria e aumenta a sua longevidade.

    Há quem vá comprar Vectrix usadas a Espanha, saem muito mais em conta, e conseguem-se bons negócios. A legalização cá é quase gratuita, mas ainda envolve algumas burocracias.

    Tens ainda a Brammo, com dois modelos a Empulse e a Enertia. São vendidas por cá, e até ao fim deste mês estão com descontos brutais! Uma excelente oportunidade a meu ver. No entanto, a Empulse necessita de carta cat. A (moto), e se é para ser a tua 1ª mota se calhar não é a mais recomendável. Por outro lado, a Enertia creio que é equivalente a 125cc (não tenho a certeza).

    Por fim, tens ainda as Zero, também vendidas por cá, mas são bastante mais caras que todas as outras. Os novos modelos de 2015 já devem conseguir fazer os 140km facilmente com 1 carga.

    Quanto ao andar à chuva, posso-te dizer que podes estar descansado. O meu maior medo é ir ao chão por causa do piso molhado, do que a mota apanhar água. Aliás, há uns 2 anos apanhei o meu maior dilúvio com a minha chinesita, e ela aguentou-se lindamente! O meu portátil que estava na mochila é que já esteve mais por um fio... :|
    Brunus
     
    Mensagens: 5
    Registado: 21 mai 2014, 10:21
    Localização: Lisboa


  • Tens razão referi o percurso na apresentação e aqui não.
    O percurso de 140 km é de ida-volta portanto serão 70 km para cada lado. O percurso é feito da Póvoa de Penafirme (Santa Cruz - Torres Vedras) até Alfragide. É feito pela nacional até à Malveira onde ai entrarei na A21 e depois na A8 em direcção a Lisboa seguindo depois pela Cril até Alfragide. Em nacional subidas e descidas não serão muitas ou quase nenhumas, já na autoestrada a A8 tem algumas subidas e descidas. Em relação à Cril é praticamente sempre a direito.
    Como referi também na apresentação irei ter a possibilidade de carregar no trabalho ou perto dele.
    Quanto a comprar em Espanha não pesquisei por negócios lá.
    Em relação à Brammo também vi mas pelo menos a Empulse é mota a mais para mim. Quanto à Enertia além de estar já fora do orçamento não sei se depois dará para por uma case nela.

    Quanto à chuva esse também é um dos meus medos.

    Cumprimentos
    nunoadriao
     
    Mensagens: 9
    Registado: 30 set 2014, 15:17
    Localização: Póvoa de Santa Iria


  • Nuno Adrião.
    Obrigado pelas (5*****) que pôs nos meus ombros, espero merecer a promoção.
    Acabo de chegar duma viagem (Porto Maia) na VORTEX NWR chuva diluviana. Isto para responder à sua pergunta:
    Alguém utiliza a mota mesmo para andar à chuva? Existem alguns problemas no facto de ser eléctrica e andar à chuva?

    É normal que coloque esta questão pois há sempre incompatibilidade entre aparelhos eléctricos e água.
    Claro que uma rebarbadora não pode trabalhar em meios húmidos, não foi feita para isso.
    Mas os veículos eléctricos (os bons) estão preparados para todas as estações do ano.

    Confesso que também tinha pouca ou nenhuma experiência em conduzir mota.
    Comecei em Maio 2014 e hoje é o meu veículo de eleição (5 meses = 11.200 Km)

    Pelo que diz, vai fazer 140 Km por dia útil, contando com os fins de semana irá percorrer cerca 3.500 Km/mês.
    Tem de ter uma boa máquina do ponto de vista do conforto e sobretudo da fiabilidade.

    Para o percurso que vai fazer (70 Km de T.Vedras a Alfragide c/15Km de AE), necessita de uma máquina folga de autonomia, pois não pode ir na AE a poupar energia.

    Como vai andar bastante em AE e por razões de segurança, necessita de um veículo que atinja velocidades acima dos 85 Kmh.

    RESUMINDO:
    Para ter folga de autonomia a sua nova máquina deverá ter pelo menos 4.0kWh autonomia de 100 km.
    Para ter folga de velocidade a sua nova máquina deverá ter pelo menos 100 kmh. de velocidade máx.
    Para ter velocidade de 100 kmh, deverá ter baterias com mínimo de 80 Voltes.
    Para ter 4.0 Kwh de potencia eléctrica deverão as baterias ter no mínimo 50Ah
    Para tantos km por ano e para não ter problemas de com baterias ou diminuição de autonomia a máquina deverá
    ter um bom BMS e uma interface que o informe sistematicamente do estado das células (Tensões, Balanceamentos, etc)
    Para tantos km deverá saber a cada momento o que tem nas mãos e não esperar ou rezar para que tudo corra bem.

    Qualquer dúvida, será devidamente e cabalmente esclarecida. Só assim merecerei as 5*.
    Editado pela última vez por afreitas em 09 out 2014, 08:01, num total de 1 vez.
    afreitas
     
    Mensagens: 724
    Registado: 10 mai 2014, 02:56


  • A minha consegue fazer 140km comprovados na viagem a ourem mas lá está foi alterada de 40ah para 70ah.
    A.vortex julgo que consegues fazer bem esse percurso carregando depois no trabalho para voltares a casa. Mesmo com uma mota Para fazer 150km de 1x devias carregar na mesmo sempre que tenhas possibilidade.

    De facto de fábrica não tens muitas motas a fazer esses km sem problemas com o devido conforto e velocidade aceitável que não a vortex 9000w.
    Se existirem coloquem aqui Par que a escolha seja mais fácil.

    Como disse na apresentação não poupa no orçamento pois é recuperável em 2 anos no máximo e assim daqui a 1 ano não estás arrependido. Se diminuírem o orçamento daqui a 1 ano queres trocar d e mota ou aumentar a capacidade da mota

    ________________________________
    ICEM4N - Predator 70Ah
    32.000km - 17/09/2011
    ICEMAN - RICARDO COSTA
    PREDATOR 70Ah -> 09/2011 -> 36.000km
    Avatar do Utilizador
    ICEMAN
     
    Mensagens: 633
    Registado: 10 mai 2014, 02:11
    Localização: Valongo


  • Para esse tipo de trajecto e tantos kms parece-me que a a vortex 9000w está claramente no topo da lista.

    As preparações que as motas da gingabike têm e apoio técnico prestado permitirão ter um futuro descansado.

    Abraço.
    Imagem
    Avatar do Utilizador
    nios26
     
    Mensagens: 156
    Registado: 05 mai 2014, 11:16
    Localização: Fafe


  • Qual é a sua estatura Nuno?
    Imagem
    Avatar do Utilizador
    MVS
     
    Mensagens: 677
    Registado: 16 mai 2014, 07:15
    Localização: Porto


  • MVS Escreveu:Qual é a sua estatura Nuno?


    Boa noite,
    a minha estatura é de 1,87m e 110kg.

    Pois neste momento também estou mais virado para a Vortex do que para a compra de uma usada porque teria sempre que ser alterada e não tendo eu conhecimento nessa área prefiro dar mais no inicio mas ter logo um veiculo que dê para tudo o que preciso.
    nunoadriao
     
    Mensagens: 9
    Registado: 30 set 2014, 15:17
    Localização: Póvoa de Santa Iria


  • Caro nunoadriao,

    Para as suas necessidades, uma Vectrix Li+ adequa-se na perfeição pela potência (21kW) que irá necessitar em AE bem como o conforto (suspensão Sachs/Forqueta Marzochi).
    O quadro da Vectrix é feito em alumínio (não enferruja) e a mesma é fabricada na Europa. As vendidas em Portugal já têm firmware alterado para evitar problemas e apesar da falência nos Estados Unidos, por cá o suporte irá continuar.

    Cumprimentos
    Avatar do Utilizador
    FuelFreeMotos
     
    Mensagens: 5
    Registado: 08 jun 2014, 10:22


  • Para encontrar Vectrix Li+ terei que as procurar em Espanha porque aqui não se encontra nada.
    nunoadriao
     
    Mensagens: 9
    Registado: 30 set 2014, 15:17
    Localização: Póvoa de Santa Iria

Próximo


Voltar para Dúvidas - Que mota escolher?




Informação
  • Quem está ligado:
  • Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante
cron