Vectrix Li+ com 60 Ah

15 jan 2015, 15:03

  • MRider Escreveu:Já tens novidades ? Aqui anda fraco nas actualizações . . .

    Estão a ser feitas as várias ligações. Penso que dentro de 2 a 3 semanas poderei começar a usufruir da nova mota... :)
    O Jorge tem tido muito trabalho e deixo-o à vontade para gerir o seu tempo.
    jasmim
     
    Mensagens: 264
    Registado: 18 mai 2014, 21:53
    Localização: Santa Maria da Feira

15 jan 2015, 16:21

  • jasmim Escreveu:
    afreitas Escreveu:Jasmim.
    Finalmente vamos ter uma VTX-LI num encontro a Norte. - S. João da Pesqueira.
    Posso inscrevê-lo no mapa de presenças pontenciais?


    Obrigado Sr. Freitas, mas não vai dar para mim. Já foi tempo em que, motard, eu participava em várias concentrações, mas nessa altura não havia filhos. Les temps changent... :)


    Eu não estou de acordo com a canção.
    Os tempos mudam mas a vontade não.

    Se for necessário levo-lhe os filhos. Transforma-se o carro VORTEX 4TWO em VORTEX 4FOUR
    afreitas
     
    Mensagens: 724
    Registado: 10 mai 2014, 02:56

20 jan 2015, 23:36

  • Novidades por aqui ? Este projeto merece actualizações :-)
    MRider
     
    Mensagens: 896
    Registado: 19 mai 2014, 00:05
    Localização: Ilha da Madeira

24 jan 2015, 04:17

  • 2015-01-12 06.31.56.jpg
    2015-01-11 15.19.30.jpg
    2015-01-11 15.19.53.jpg
    Jorge Rocha
     
    Mensagens: 410
    Registado: 18 mai 2014, 23:56

24 jan 2015, 10:33

  • Muito bom .
    E já fizeste testes de estrada ?
    MRider
     
    Mensagens: 896
    Registado: 19 mai 2014, 00:05
    Localização: Ilha da Madeira

25 jan 2015, 22:48

  • Jorge Rocha

    Sem querer meter foice em seara alheia, penso que para ligar baterias colocadas em veículos, será conveniente e usar pontes curvilíneas.
    O arco (A), funciona como elemento amortecedor no caso de se dar algum movimento das baterias resultante das forças (F) e assim evitar cargas sobre os terminais.

    É claro que estando a baterias bem cintadas e devidamente ajustadas entre elas, as potenciais forças são insignificantes.
    Contudo como se trata de veículos, os quais estão sujeitos a forças várias: Estradas más, buracos, paralelos e até dilatações provocadas por diferenças de temperatura da caixa metálica e das próprias baterias.

    Talvez seja um preciosismo, mas faz sentido e não é por acaso que os fornecedores de baterias os aconselham.

    Por outro lado, a ponte em arco desde que devidamente isolada com manga retráctil ou outro tipo, permite a passagem de cablagem fina, sob a curvatura ficando assim mais protegida.

    São apenas reflexões por ter visto fotos suas com ligações lineares e é para isto que o fórum serve: (levantar questões e discutir saudavelmente).

    Compreendo que possa ter razões que a minha razão desconhece, para usar as ligações que usa.
    afreitas
     
    Mensagens: 724
    Registado: 10 mai 2014, 02:56

26 jan 2015, 22:32

  • Faz todo o sentido lembrar-se disso A.Freitas. Eu mesmo já há mais de 3 anos que perdi umas horas a fio a fazer testes para poder verificar se era pertinente.

    O resultado a que cheguei, foi que estas células, por serem em PPR ou PE, têm uma capacidade de adaptação enorme, muito maior do que a dos ligadores com a tal lomba que se compram. Seria o mesmo que aplicar uma mola para poder adaptar-se às diferenças de tensões que seriam exercidas num elástico (sendo o elástico já mais que suficiente para essas adaptações e a mola não faria trabalho algum).

    Já para as células originais desta máquina, por as mesmas terem o invólucro metálico e com apenas uma anilha de plástico a separar a o metal externo do borne das células, positivo e negativo, assim sim, se correm sérios riscos de curto circuito, aquando um impacto mecânico. Principalmente se as baterias estão muito bem cintadas e sem espaços entre si.
    No caso das células originais, para que isso não aconteça, até porque os seus ligadores, de flexiveis não têm nada, existe uma separação plástica (umas cunhas em ABS) para poder oferecer alguma flexibilidade e capacidade de isolamento eléctrico.

    Por tanto, nada de células muito juntas, pois seus espaços podem vir a dar jeito algum dia, ou um pouco todos os dias.
    Eu sou dos que defende que não é por apertar muito bem as células que as protegemos. Será mais por sempre as protegermos que elas nunca se sentirão apertadas.


    Deixo umas fotos:
    Jorge Rocha
     
    Mensagens: 410
    Registado: 18 mai 2014, 23:56

26 jan 2015, 23:00

  • E como vão os restantes trabalhos ?
    Ja houve teste de estrada? :mrgreen:

    Olha que o Jasmim ja não tem mota :lol: :lol:
    MRider
     
    Mensagens: 896
    Registado: 19 mai 2014, 00:05
    Localização: Ilha da Madeira

26 jan 2015, 23:03

  • Ainda não. Deve estar para breve.
    jasmim
     
    Mensagens: 264
    Registado: 18 mai 2014, 21:53
    Localização: Santa Maria da Feira

01 fev 2015, 05:11

  • P1190010.JPG
    P1190015.JPG
    P1190018.JPG
    Jorge Rocha
     
    Mensagens: 410
    Registado: 18 mai 2014, 23:56

AnteriorPróximo


Voltar para Projetos



cron