BMW ActiveE... a história repete-se

Temas relacionados com automóveis elétricos

  • Imagem

    Imagem

    Parece que não aprendem. Como alguns devem lembrar, no final dos anos 90, a General Motors lançou um carro elétrico. O EV1. Um momento histórico causado pela pressão do cargo Califórnia para reduzir as emissões de poluentes no estado. Eventualmente, a pressão de fabricantes e companhias de petróleo, conseguiram derrubar o ambicioso protejo, resultando na destruição de centenas de unidades do EV1.

    Algumas imagens que passaram todo o mundo e foram um duro golpe para os EUA no gigante da mídia, que ainda não se recuperou. Agora temos uma imagens dolorosas, onde vemos uma série de BMW ActiveE, que sofreram o mesmo destino.

    O estranho é que há alguns dias atrás, a BMW anunciou a doação de 80 unidades de um programa de partilha de carro para a cidade de San Francisco. Mas a questão era o que aconteceria com as 600 unidades restantes nas mãos de BMW. Agora, como nós vemos, e não há uma resposta, e até ontem, pelo menos, 193 unidades foram demolidos pela BMW.

    Agora esperamos que com a publicação dessas imagens, a BMW pense melhor e dê outra vida aos carros que, segundo os anteriores proprietários, tiveram comportamento perfeito. Se nao sabem o que fazer com eles, estou seguro que haverá muitas pessoas a querer adoptar um.

    Esperamos agora a resposta da BMW a estas imagens, e pelo menos nos digam que retiraram todo o sistema eléctrico e as baterias antes de os converter a ferro-velho.

    Noticia retirada daqui:http://forococheselectricos.com/2014/05/bmw-destruye-decenas-de-activee.html
    Traduzida by Tradutor Google e marcopns
    marcopns
     
    Mensagens: 141
    Registado: 18 mai 2014, 21:55


  • estou em choque :shock:
    Brunus
     
    Mensagens: 5
    Registado: 21 mai 2014, 10:21
    Localização: Lisboa


  • Ainda esta semana me questionei, como é que a bmw se podia ter tornado tão rapidamente num sucesso nas vendas de VE? A minha ideia era perguntar a um admirador e consumidor da marca normalmente bem informado, se sabia e como se explicava? Quem permitiu tal coisa? Na verdade não consegui falar do assunto.

    Aí está a resposta. Não havia autorização. Foi um "desrespeito" a quem manda. Vai tudo para o caixote do lixo e é já...

    É disto que eu tenho receio. É contra isto que temos que estar. Destroem-nos o planeta, destroem os recursos, destroem o ambiente e ainda gozam com a nossa cara.

    Batotinha
    Batotinha
     
    Mensagens: 197
    Registado: 16 mai 2014, 22:34


  • Calma... isto não é mais uma conspiração.

    Isto estava previsto. As viaturas foram utilizadas para testar no consumidor as soluções técnicas adoptadas no i3 e no i8. Após o término do estudo é normal destruir estas viaturas porque a marca não quer ficar com o ónus financeiro obrigatório por lei de manter peças e estrutura de assistência por mais de uma década para um conjunto de veículos de teste.
    MVS
     
    Mensagens: 677
    Registado: 16 mai 2014, 07:15
    Localização: Porto


  • :cry:
    MVS Escreveu:Isto estava previsto. As viaturas foram utilizadas para testar no consumidor as soluções técnicas adoptadas no i3 e no i8. Após o término do estudo é normal destruir estas viaturas porque a marca não quer ficar com o ónus financeiro obrigatório por lei de manter peças e estrutura de assistência por mais de uma década para um conjunto de veículos de teste.

    OK
    Explicado dessa forma, a dor é menor, mas não desaparece. É que ver um produto "lindo", saudável, económico e "fora da caixa", passar pela prensa e pelo "fogo", doí sempre! E os "tem filmes" a produzir novas versões!
    Eu entendo que a industria tem as suas regras e tem que se enquadrar nelas. E é frequente esquecer-mo-nos delas, mas dói!
    Pensando com os meus botões. Será que era preciso destruir algo que podia torna-se um icon ou objecto de colecção??
    É comum a resposta dos stands e distribuidores dizendo que não terem veículos para demonstração e teste. Os destruídos não serviam para a função por que foram criados?
    Tinham que os vender? Mesmo antes de mostrarem quanto valem?
    Batotinha
     
    Mensagens: 197
    Registado: 16 mai 2014, 22:34


  • Tenho sérias duvidas... destruir 600 unidades é assim tão natural? Um onus financeiro em tempo de crise? Então este carro partilha ou nao peças com as series i3 e i8? Então quantas series de bmw a gasolina ou diesel sao destruidas após serem experimentadas pelos consumidores? Só os eletricos é que estão em experimentação, quando a tecnologia electrica tem mais de 100 anos e partilha componentes testados dos irmaos fumarentos? Quantas vezes é preciso reinventar a roda? Vender peças é um onus financeiro? O mercado de peças não vale mais que a venda de veiculos novos nessas marcas?

    E depois veem as questões centrais disto ..

    Um aumento na tecnologia trás sempre mais dividendos aos construtores? Um carro que necessita de menos peças, é muito mais viavel, pode destruir o negocio da obsolescencia programada? Os veiculos electricos trazem mais dividendos aos construtores? O que interessa ao consumidor é obrigatoriamente o mais rentavel para um construtor? Deixarão os barões do petroleo e os seus acólitos politicos de entrar com verbas imorais junto aos construtores para atrasarem e imobilizarem a mobilidade electrica?

    Quando eu era pequenino e tentaram-me com o pai natal e as sua milagrosas predinhas eu não cai, quando na juventude a igreja aliciou-me com o paraiso e quis tomar posse da minha alma e espiritualidade eu não permiti, quando cresci e vieram um primeiro ministro e presidente dizer-me que queriam tomar conta de mim, de todos nós e do pais eu não acreditei ... por isso não será agora que os eternos malabaristas que dizem que fazem coisas a pensar exclusivamente nas pessoas e em prol do seu bem estar , querendo inclusivamente tomar as opções por todos nós e simultaneamente lançando uma curtina de fumo que nos deixa cegos, que eu irei baixar as armas ...

    Expliquem-me as coisas como se eu fosse muito burro mesmo, mas não caiam no erro de pensar que eu muito burro sou...
    Thor
     
    Mensagens: 10
    Registado: 26 mai 2014, 21:46


  • 100% de acordo com o Thor.
    Jorge Rocha
     
    Mensagens: 410
    Registado: 18 mai 2014, 23:56


  • Sem querer ser o advogado do diabo... Muitas das peças usadas neste projecto são protótipos de fabrico caro. Parte das peças do i3 e i8 não servem como peças de substituição. Um carro para ser um negócio rentável tem de ser produzido na casa das várias centenas de milhar de unidades.
    MVS
     
    Mensagens: 677
    Registado: 16 mai 2014, 07:15
    Localização: Porto



Voltar para Automóveis